DROGASIL

VOCE ENCONTRA OS MELHORES PREÇOS DE SEUS MEDICAMENTOS NA DRIGASIL - VISITE-NOS.

LAVRAS NOSSA CIDADE

CONHEÇA LAVRAS - ANUNCIE AQUI

CIDADANIA

LIÇÃO DA CIDADANIA PARA O DIA A DIA - CUIDE DA SUA CIDADE

CONHEÇA OLIVEIRA

ANUNCIE AQUI

CONHEÇA ITAJUBÁ

ANUNCIE AQUI

CONHEÇA IJACÍ

ANUNCIE AQUI

ELEITOR CONSCIENTE

NÃO VENDA SEU VOTO ELEITOR! A VÍTIMA SERÁ VOCE MESMO.

VISTA PARCIAL DE LAVRAS

CENTRO DE LAVRAS VISTO DO JARDIM GLÓRIA

CONHEÇA PERDÕES

ANUNCIE AQUI

Delicioso Cardápio, venha ou peça que nós entregamos em domicílio!!!

Marmitex média 6, 00 grande 8, 00 - Em Lavras - Rua Alvaro Botelho próximo ao INSS

HUMOR

xxxxxxxx

TIRE ISSO DA SUA VIDA

VEREADOR FELIZARDO CHAMA O POVO DE IDIOTA DUTANTE A SESSÃO

quarta-feira, 4 de março de 2015

Projeto +40: estudantes da UFLA ministram curso de informática gratuito para pessoas acima de 40 anos

Pessoas com 40 anos ou mais, que possuem dificuldades na área de informática, como utilizar programas em computadores ou até mesmo fazer o uso da internet, terão a oportunidade de se aprimorar. O Projeto +40 é uma iniciativa de estudantes da Universidade Federal de Lavras (UFLA) vinculados ao Programa de Educação Tutorial – Peti Computação e Sistemas (Peti CSI) em parceria com o Projeto Galpão Cidadão.
Qualquer pessoa com idade a partir de 40 anos pode fazer a inscrição no curso, que é aberto a toda comunidade. São 25 vagas e os interessados poderão se inscrever até o dia 11 de março, das 13 às 17 horas, no Galpão Cidadão (atrás do Alojamento Estudantil, próximo à linha férrea).
Os alunos do Peti CSI realizarão as aulas durante quatro meses, três vezes na semana (quarta, quinta e sexta), às 14 horas. O curso é gratuito e terá início no dia 11/3, no Galpão Cidadão.
De acordo com um dos coordenadores do Porjeto+40, Anderson Leal, estudante de Ciências da Computação na UFLA, o curso contemplará aulas introdutórias de Windows (word, excel, e power point), assim como, enviar e receber e-mails e fazer vídeo conferência  para comunicar-se com familiares e amigos distantes. “Além deste conteúdo, todos os dias, reservaremos os últimos minutos da aula para tratarmos de temas de interesse dos participantes, tais como, buscar receitas na internet, fazer pesquisas variadas”, relata Anderson.

Projeto +40
O projeto faz parte do Catálogo de Cursos disponibilizados pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proec/UFLA), que reúne os 28 cursos que serão ofertados à comunidade neste ano. Mais informações sobre o Projeto +40 podem ser obtidas por meio do telefone 3829 – 1644 ou pelo e-mail heitor@dcc.ufla.br.
Equipe responsável pelo Projeto +40: Heitor Augustus Xavier Costa (UFLA); Pedro Ivo Vilela Costa (UFLA); Tiago de Souza Nogueira (UFLA); Letícia Lopes de Castro Sena (UFLA); Gabriela Aparecida Santiago (UFLA); Diogo Rodarte Gonçalves (UFLA); Anderson Teixeira Leal (UFLA).
PETI CSI tem por objetivo desenvolver atividades que agreguem três áreas do conhecimento: Extensão, Pesquisa e Tutoria. Situado no Departamento de Computação na UFLA, o PETI CSI foi fundado no início de 2013, desenvolvendo diversos projetos na área da tecnologia da informação, tendo como destaque os colóquios, e os canais CSI LAB e CSI Social, que disponibilizam cursos para a comunidade.
E-mail do grupo: peticomsisufla@gmail.com

Projeto Galpão Cidadão

O projeto “Galpão Cidadão: potencializando jovens e adultos para o emprego, renda e cidadania na horticultura familiar e informática básica” é desenvolvido pela UFLA em parceria com a Fundação Padre Dehon, com o apoio da Petrobrás.
O objetivo do projeto é a capacitação de jovens e adultos, de famílias de baixa renda residentes em Lavras/MG, buscando potencializá-los para o trabalho e geração de renda numa perspectiva de cidadania plena.
O projeto desenvolve duas linhas de ação:
– Capacitação para informática – operação, montagem e recuperação de microcomputadores, numa perspectiva de profissionalização para o mercado de trabalho e empreendedorismo.
– Capacitação em horticultura, visando o aproveitamento dos quintais das residências, com o cultivo de hortaliças para consumo familiar e comércio local.
Texto: Camila Caetano – jornalista bolsista/UFLA

terça-feira, 3 de março de 2015

Militares da 6ª Região da Polícia Militar rendem homenagens ao Tenente Coronel PM Paulo Marcos Ferreira.


Na tarde do dia 02 de março de 2015, aconteceu no Salão de Festas da Praça de Esportes do 8º BPM, a despedida do Ten Cel PM Paulo Marcos Ferreira, transferido para o 16ª Cia PM Independente localizada na cidade de Três Corações.
Após inúmeros e incansáveis préstimos hipotecados a Guarnição PM de Lavras onde exerceu funções como Comandante da 54ª Companhia, Comandante da 106ª Companhia de Ensino e Treinamento, Assessor de Comunicação do 8º Batalhão e 6ª Região, Chefe de Recursos Humanos do 8º Batalhão e 6ª Região, Chefe do Centro de Apoio Administrativo, o Ten Cel PM Paulo Marcos foi designado pelo Comando da Corporação para o exercício da atividade para a qual os oficiais são formados, moldados e doutrinados..., o exercício do Comando de uma Unidade.
Oficial proativo e dedicado, realizou suas atribuições com zelo e profissionalismo, evidenciando comprometimento com as causas e metas institucionais. Exemplo de profissional, que procurou construir suas histórias com muita seriedade e profissionalismo.
De acordo com o Comandante da 6ª RPM Cel PM Jesus Milagres, é certo que a mesma dedicação e profissionalismo que trouxeram o Ten Cel Paulo Marcos até o presente estágio profissional, irão credenciá-los a construir novos e melhores resultados, no incansável sacerdócio de melhor servir à comunidade e à Instituição.
Foi neste contexto que militares da guarnição PM de Lavras se reuniram, para render publicamente homenagens e externar os agradecimentos ao Ten Cel Paulo Marcos e desejando sucesso à frente da 16ª Companhia Independente da Polícia Militar.

Assessoria de Comunicação organizacional
Sexta Região da Polícia Militar
Lavras - MG




CPI da Petrobras: será uma nova “melação premiada”?

CPI da Petrobras ser uma nova melao premiada
A nova CPI da Petrobras, instalada na Câmara dos Deputados em 26/2/15, pode até surpreender e fazer um bom trabalho investigativo (do humano tudo podemos esperar), mas tem tudo para rebaixar ainda mais os já aviltados padrões da política “bananeira”, porque já nasce corrompida. Ela poderia iniciar o processo de libertação do Brasil submetido ao jugo de uma repugnante cleptocracia (Estado “governado” por ladrões poderosos do mundo político, empresarial e financeiro), mas é mais provável que venha comprovar a sua inexpugnável força. H. M. (PMDB), seu presidente, teve 60% de sua última campanha pagas com recursos das empresas que ele deve investigar. L. S. (PT), relator dos trabalhos, recebeu dessas mesmas empresas 40% de seus gastos eleitorais em 2014. Vários outros membros da CPI também foram beneficiados com dinheiro da mesma origem criminosa (com aparência de legalidade, consoante o maleável e conivente sistema eleitoral pátrio). O mais triste é saber que nenhum deles foi escolhido por acaso. Porque o acaso não existe no gerenciamento das organizações criminosas, como a destapada pela Operação Lava Jato.
As CPIs têm sido um desastre quando escaladas para apurar crimes da cleptocracia brasileira (caso da empreiteira Delta, por exemplo). Não se pode nunca esperar boa coisa da farinha do mesmo saco. É decepcionante constatar que qualquer resultado positivo delas (muito raro nos últimos tempos) não representa independência e honestidade parlamentares, raios éticos em busca de um Brasil decente, senão a quebra da omertà (lei do silêncio, que rege a postura dos membros das grandes máfias). A cleptocracia brasileira é composta de uma grande rede de criminosos mafializados que se protegem com a mesma intensidade da volúpia com que perseguem lucros privados nas pilhagens do patrimônio público. As delações premiadas recentes constituem rachaduras nas estruturas dessa rede de proteção e de parasitismo.
Se a nova CPI não aprovar, logo nas primeiras sessões, a quebra dos sigilos de todos os agentes partidários e empreiteiras envolvidos no escândalo da Petrobras (Operação Lava Jato), ficará muito evidente (desde logo) que mais uma foi instalada para um jogo de cartas marcadas, voltado para proteger os corruptos e não os eleitores, a cleptocracia, não a democracia cidadã. O que se espera é que a nova CPI não faça como a anterior, que no dia 5/11/14 protagonizou uma das maiores evidências da roubalheira nacional: PT e PSDB fizeram um “acordão” para não quebrarem o sigilo das empreiteiras que financiaram bem como dos apadrinhados que gestionaram os dinheiros das campanhas.
No mesmo dia em que Aécio Neves (PSDB) discursava no Senado em nome de uma nova oposição “incansável, inquebrantável e intransigente”, o PSDB firmava acordo com o “inimigo” PT para a proteção dos seus apaniguados e “patrões”, confirmando a tradição de que basta um político falar em “moralizar” o país, e o tropeço vem logo em seguida. O PSDB “queimou a largada”, disse a jornalista Dora Kramer, que completou: “foi feita uma “melação premiada”, para evitar que a verdade da corrupção na Petrobras fosse descoberta; a oposição discursa cobrando investigação, mas quando há o risco de que os seus [seus companheiros ou seus financiadores] sejam envolvidos, dá o dito por não dito e embarca na operação abafa”. O verdadeiro inimigo do povo, como se vê, é o sistema pouco visível espoliador e criminoso e integrado por praticamente todos os partidos políticos, grandes empreiteiras e potentes agentes financeiros.
A mesma jornalista (Dora Kramer) recordou que “O PSDB já havia padecido desse mal quando, em 2005, por ocasião da CPI dos Correios, não teve uma posição contundente quando se descobriu que o então presidente do partido, Eduardo Azeredo, usara o esquema de Marcos Valério [mensalão mineiro do PSDB] na tentativa de se reeleger em 1998. Os tucanos arrefeceram os ânimos e pagam o preço até hoje”. E o que dizer da CPI do Carlinhos Cachoeira? Que foi aquilo? Começaram a investigar de verdade e, de repente, meio mundo empresarial, financeiro e político estava envolvido. Outro “acordão” entre PT, PSDB e PMDB arquivou a CPI rapidinho, num documento final de 2 páginas (os norte-americanos dizem que há bancos que são muito grandes para quebrar; no Brasil diríamos: há escândalos que são muito grandes para serem revelados e investigados). Em 2010, a propósito, Sérgio Guerra teria recebido R$ 10 milhões para “arquivar” outra CPI da Petrobras.
O Brasil é um país favorecido pela natureza como nenhum outro, mas vive flertando com o abismo e o suicídio (Mino Carta) em razão da natureza cleptocrata das lideranças nacionais favorecidas, que chegaram aonde chegaram em virtude da “servidão voluntária” da outra parte da nação. Até quando durará essa servidão voluntária, tão bem descrita por Boétie (Discurso da servidão voluntária: 38)?
“Pessoas miseráveis, povos insensatos, nações obstinadas no próprio mal e cegas quando se trata da própria felicidade! Deixais que se apossem diante de vossos olhos da parte melhor e mais segura de vossas rendas, pilhem vossos campos, roubem e despojem vossas casas dos objetos de vossos antepassados! Viveis de tal maneira que não podeis gabar-vos de que algo vos pertence. Parece que olhais agora como sorte grande que vos deixaram apenas metade de vossos bens, de vossa família e até de vossa vida. E todo esse prejuízo, toda essa desgraça, toda essa ruína não vêm dos inimigos, mas certamente de um inimigo [o sistema explorador], daquele mesmo que fizestes tão grande como ele é, daquele por quem fostes tão corajosamente à guerra, e para a grandeza do qual não vos recusastes a oferecer-vos a vós mesmos à morte” (Boétie).
P. S. Participe do nosso movimento fim da reeleição:
Baixe o formulário e colete assinaturas. Avante!

FGTS, INSS e Aviso Prévio - um assalto ao trabalhador, disfarçado de direito

Todo político adora falar que defenderá "os direitos" dos trabalhadores custe o que custar, que jamais cederá, e que manterá os "benefícios conquistados".
A questão é: há realmente algum ganho para o trabalhador? Ou há apenas ônus?
Na prática, ao impor encargos sociais e trabalhistas — todos eles custeados pelo próprio trabalhador, como será mostrado mais abaixo —, o governo está dizendo que sabe administrar melhor o dinheiro do que o próprio trabalhador.
Mais ainda: se o trabalhador é obrigado a pagar por seus "direitos", então ele não tem um direito, mas sim um dever.
FGTS INSS e Aviso Prvio - um assalto ao trabalhador disfarado de direito
Os tais "direitos trabalhistas" nada mais são do que deveres impostos pelo governo ao trabalhador. E, para arcar com esses deveres, a maior parte do salário do trabalhador é confiscada já na hora do pagamento.
Somente para bancar os benefícios básicos — férias, FGTS, INSS, encargos sobre aviso prévio — são confiscados R$ 927 mensais de um trabalhador que recebe em suas mãos salário mensal de R$ 1.200.
Um funcionário trabalhando em regime CLT, com um salário contratado de R$ 1.200, custará efetivamente ao seu empregador 80% a mais do que o seu salário.
Confira a tabela abaixo:
FGTS INSS e Aviso Prvio - um assalto ao trabalhador disfarado de direito
Ou seja, por causa dos encargos sociais e trabalhistas impostos pelo governo, o patrão tem um gasto de R$ 2.127 com o trabalhador, mas o trabalhador recebe apenas R$ 1.200. Toda a diferença vai para o governo.
E há quem acredite que isso configura uma "conquista trabalhista" e um "direito inalienável do trabalhador".
Mais ainda: esses não são os únicos custos para o patrão. Em primeiro lugar, os custos podem variar ainda mais conforme o sindicato de classe, o regime de apuração da empresa e o ramo de atividade. Há ocasiões em que os encargos sociais e trabalhistas podem chegar a quase 102% do salário. Adicionalmente, a empresa também tem de ter uma reserva para gastar em tribunais, pois sempre há funcionários saindo e acionando a empresa na Justiça do trabalho. Há também os custos de recrutamento de funcionários, os quais aumentaram muito em decorrência da política de seguro-desemprego e bolsa- família. E quem paga todos esses custos são os trabalhadores.
Eu mesmo, na condição de empresário, preferiria pagar R$ 2.200 por mês para um funcionário em um país sem encargos e leis trabalhistas do que R$ 1.200 no Brasil. Com esse salário mais alto eu teria, no mínimo, funcionários mais motivados. Mas, como não sou uma fábrica de dinheiro, não tenho condições de fazer isso.
Mas a espoliação do trabalhador é ainda pior do que parece. Veja, por exemplo, o que acontece com o FGTS. Essa quantia, que poderia ser incorporada ao salário do trabalhador, é desviada para o governo e só pode ser reavida em casos específicos (ou após a aposentadoria).
Na prática, o governo "pega emprestado" esse dinheiro do trabalhador e lhe paga juros anuais de míseros 3%. Dado que a caderneta de poupança rende 7% ao ano, e a inflação de preços está em 7,2% ao ano, o trabalhador não apenas deixa de auferir rendimentos maiores, como ainda perde poder de compra real com a medida.
E para onde vai o dinheiro do FGTS? Uma parte vai para subsidiar o BNDES e a outra vai para financiar a aquisição de imóveis — algo completamente sem sentido, pois a aplicação desse dinheiro na caderneta de poupança já permitiria ao trabalhar obter o dobro do rendimento e, com isso, ter mais dinheiro para comprar imóveis.
E vamos aqui dar de barato e desconsiderar as cada vez mais frequentes notícias de uso indevido desse dinheiro. (R$ 28 bilhões de reais do FGTS foram investidos pelo BNDES em várias empresas, mas não há nenhuma informação sobre quais empresas receberam o dinheiro, quanto receberam, e quais as condições de pagamento).
No caso do INSS, R$ 398,46 são confiscados mensalmente com a promessa de que o trabalhador irá receber saúde (SUS), seguro de vida e previdência. Não irei aqui comentar sobre a qualidade e a confiabilidade destes três. Irei apenas dizer que, caso o trabalhador tivesse a opção de ficar com este dinheiro, ele poderia recorrer ao mercado privado e voluntariamente contratar um plano de saúde, um seguro de vida e previdência por R$ 300 e ainda receber um serviço melhor do que o do SUS.
(E, se o governo eliminasse os impostos sobre esses setores, bem como abolissetoda a regulamentação, o valor poderia baixar para R$ 200, e o trabalhador poderia obter um serviço de maior qualidade.)
Por fim, o aviso prévio faz com que muitas empresas demitam os funcionários sem necessidade. Por exemplo, se uma empresa está passando por uma fase difícil e não tem certeza de que poderá manter o funcionário por mais de um mês, será mais racional demitir para não correr o risco de mantê-lo por mais tempo e, consequentemente, não poder honrar suas obrigações trabalhistas depois.
O aviso prévio também trava as empresas, que podem se ver obrigadas a demitir um funcionário produtivo, mas que ainda está no período de experiência, e ao mesmo tempo manter um funcionário improdutivo, mas que já cumpriu o período de carência. Tudo isso só para não pagar o aviso prévio.
Esse custo da improdutividade será descontado de todos os funcionários.
E tudo isso para não mencionar os outros impostos que incidem sobre as empresas e que afetam sobremaneira sua capacidade de investir, de contratar e de aumentar salários. No Brasil, a alíquota máxima do IRPJ é de 15%, mas há uma sobretaxa de 10% sobre o lucro que ultrapassa determinado valor. Adicionalmente, há também aCSLL (Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido), cuja alíquota pode chegar a 32%, o PIS, cuja alíquota chega a 1,65% e a COFINS, cuja alíquota chega a 7,6%. PIS e COFINS incidem sobre a receita bruta. Há também o ICMS, que varia de estado para estado, mas cuja média é de 20%, e o ISS municipal. Não tente fazer a conta, pois você irá se apavorar.
O custo de todo esse sistema para o trabalhador é muito maior do que as eventuais vantagens que ele possa oferecer (se é que há alguma).
Dado o atual arranjo, seria muito mais proveitoso tanto para o trabalhador quanto para as empresas dobrar o salário-mínimo e eliminar os encargos sociais e trabalhistas. Haveria mais dinheiro nas mãos de cada trabalhador, haveria uma mão-de-obra mais motivada, e ainda atrairíamos muito mais empresas para o país, o que naturalmente forçaria ainda mais o aumento natural dos salários. Isso, por si só, tornaria obsoleta a lei do salário-mínimo, levando à sua extinção.

Leandro Roque contribuiu para este artigo.
Fonte: Mises

Ocorrências na abrangência da 6ª RPM

TRÁFICO ILÍCITO DE DROGAS. Em 26 Fev por volta das 18:00 hs na Cidade de Lavras/MG, a PM recebeu denúncia, que um indivíduo há bastante tempo vem realizando o tráfico de drogas na praça do Bairro Água Limpa. Segundo ainda o denunciante o autor guardava as drogas no interior de sua residência, localizada na Rua José Botelho De Carvalho, e que pessoas estranhas do bairro compareciam em veículos, motos e carros de luxo, procuram pelo autor na praça, e após contato, o mesmo deslocava para o interior de sua residência e ao retornar, rapidamente entregava algo para as pessoas nos veículos, os quais saiam do local em alta velocidade colocando em risco todos os transeuntes. Diante da situação, foi montada uma operação policial no local, onde os militares depararam com o indivíduo denunciado entregando algum objeto para outro suspeito e ao visualizar as guarnições policiais, jogou um objeto ao solo e iniciou uma caminhada sentido contrário ao das viaturas. De imediato, foi realizada a abordagem aos dois indivíduos, e procedido busca pessoal, sendo localizado a quantia de R$108,00 (cento e oito reais), e 01(uma) bucha de uma substância semelhante à maconha. Em sequência, os militares deslocaram até a residência do autor onde sua genitora franqueou a entrada e após buscas pelo local foram localizadas, 01 (uma) pedra bruta de substância semelhante a crack (11 gramas), 02 pedras de substância semelhante a cocaína (50 gramas), 05 buchas de substância semelhante a maconha (15 gramas), 01 involucro com substância em pó semelhante a cocaína (20 gramas), 01 balança de precisão, diversas embalagens plásticas utilizadas para o preparo da substância, 04 aparelhos celulares, 01 máquina fotográfica. Diante dos fatos, ambos os autores foram presos e conduzidos para a DEPOL, juntamente com todo o material arrecadado. 



POSSE ILEGAL DE ARMA DE FOGO/MUNIÇÃO. Em 27Fev, por volta das 10:00 hs no Distrito De Morro Do Ferro, Oliveira/MG, ao cumprir mandado de busca e apreensão na Fazenda Cachoeirinha, foram encontrados 01 (uma) Espingarda Cal. 28, 15 Munições Cal. 28, deflagradas, bem como uma espingarda de chumbinho de uso permitido, com embalagens contendo chumbinho. Na varanda foi ainda encontrada uma motocicleta Honda CG 150, cor vermelha, placa DRS-3480/ São Tiago/MG, com o chassi adulterado, e ao ser consultado no Sistema Informatizado foi constatado que a placa utilizada na referida motocicleta é de uma YAMAHA-XTZ 125, emplacada na cidade de São Tiago/MG, a qual está devidamente licenciada e sem impedimentos. Diante do exposto, foi dado voz de prisão ao autor R.S.O., 52 anos, sendo todo o material apreendido. 

POSSE ILEGAL DE ARMA DE FOGO/MUNIÇÃO. Em 27 Fev, na cidade de CARMO DA MATA/MG, a PM durante patrulhamento na Rua Virgílio Silveira, visualizou em cima de um telhado D.C.S. 19 anos, conhecido no meio policial e foragido da Justiça e suspeito na participação em diversos crimes no Município, principalmente na zona rural. De imediato a guarnição realizou o monitoramento e após algum tempo conseguiu autorização para entrada no imóvel. No local durante a realização das buscas, localizou em um dos quartos da casa o autor dormindo em uma cama, e embaixo do citado móvel, foi localizado um Revolver Cal 38, Marca Rossi, com 04 munições intactas. Diante dos fatos foi dada voz de prisão ao autor, sendo o mesmo conduzido até a Delegacia de Polícia de Plantão na cidade de Carmópolis de Minas/MG.



ENCONTRO DE CADÁVER Em 02/03/2015 ÀS 12h e 50', na cidade de LAVRAS, a PM foi acionada e compareceu na RUA WALDEMAR DE ABREU, NR 619, onde a médica do SAMU relatou que chegou no local e deparou com UM cidadão caído ao solo, sem sinais vitais e já apresentando rigidez cadavérica. Compareceu no local o Perito, que realizou os trabalhos de praxe e liberou o corpo para os familiares, sendo removido do local pela Funerária. No local, os militares, obtiveram informações de UMA testemunha, inquilina e vizinha da vítima, que teria ouvido um forte barulho e que ao abrir a porta de sua casa deparou com a vítima caída ao chão, que de imediato acionou o socorro e comunicou o fato aos familiares da vítima. 



VEA MAIS notícias NO PORTAL CORPORATIVO DA 6ª RPM:www.pmmg.portalregional.mg.gov.br/index.html?rpm=1. 

Como fazer sua ocorrência on-line

Em pleno funcionamento desde 30 de junho de 2014 a Delegacia Virtual da Polícia Civil do Estado de Minas Gerais, tem como finalidade registrar algumas ocorrências. 

As ocorrências que podem ser registradas pela internet são: perda ou extravio de documentos e objetos pessoais tais como CPF, identidade, título de eleitor, carteira de trabalho, cartões de crédito, cheques, relógio, celular, equipamento eletrônico entre outros, além de acidentes de trânsito sem vítimas, desaparecimento e localização de pessoas e também para ocorrências de danos simples. 

O registro de ocorrências na Delegacia Virtual é feito por meio do preenchimento de formulários que são apresentados gradativamente, mediante acesso no site abaixo, pelo qual é possível solicitar a ocorrência ou acompanhar o seu andamento: 

https://delegaciavirtual.sids.mg.gov.br/ 

As ocorrências de perda de documentos poderão ser registradas por cidadãos maiores de 18 anos, que deverão informar os documentos pessoais, e também por estrangeiros maiores de 18 anos, que deverão informar o número do passaporte ou do Registro Nacional de Estrangeiros (RNE). 

Desde sua implementação a Delegacia Virtual já recebeu 48 mil ocorrências, sendo 18.580 por acidentes de trânsito sem vítimas, 27.531 por extravio de documentos, 2008 por extravio de objetos pessoais e 48 por comunicação de pessoa desaparecida. 

Ao final será fornecido um numero de Boletim de Ocorrência que será utilizado para impressão no site: www.sids.mg.gov.br/ocorrencia/impressao-de-boletins-de-ocorrencia

fonte: www.policiamilitar.mg.gov.br

Programa Viva a Vida oferece lazer e saúde para os idosos

Promover saúde e lazer por meio da atividade física para toda a comunidade, com foco no público que tem mais de 60 anos. Esse é o objetivo das aulas semanais de dança que serão realizadas pelo professor de Educação Física Tiago Mattos sempre às terças e quintas-feiras, na sede da Secretaria de Desenvolvimento Social (rua João Gonçalves Godinho, número 195, bairro Jardim Europa).A primeira aula acontece nesta terça-feira (3/03), às 6h30.


A aula marcará o início das atividades do Programa Viva Vida, da Secretaria de Desenvolvimento Social. Os interessados devem procurar a unidade do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), no bairro em que mora, para preencher a inscrição.

segunda-feira, 2 de março de 2015

O Senac possui diversas opções de cursos entre as modalidades técnico, formação inicial continuada (curta duração) e pós-graduação.

Ligue e confira aqui nesse link os cursos oferecidos nas cidades pertencentes à Regional Sul/Sudoeste de Minas e garanta a sua vaga.

https://mail.google.com/mail/u/0/?ui=2&ik=780ab4e460&view=fimg&th=14bdb520f5e38ca7&attid=0.1&disp=emb&attbid=ANGjdJ9HEakDlhXv7YzYqqa5o269n7vSG1Kj09N9y2kJGrloLDzKWooLHpEtsft9JAIAtZaIoAH39ip4SR-XW_kmHxUSwUW_0zsKVL08NBiE_-wIOhmP-aE8iRn7Agw&sz=w1400-h2394&ats=1425313907698&rm=14bdb520f5e38ca7&zw&atsh=1

É COM PESAR QUE INFORMO DO FALECIMENTO DO NOSSO QUERIDO AMIGO PROFESSOR OSWALDO LOUZADA SERRA. ETERNO APAIXONADO PELA FERROVIA.

MENSAGEM DO ROTARY CLUBE DE LAVRAS.

É com profundo pesar que comunicamos o falecimento do nobilíssimo companheiro governador, decano do Rotary Club de Lavras, sócio-fundador, nosso conselheiro OSWALDO LOUZADA SERRA.

O Companheiro Louzada, no próximo dia 12 de maio estaria completando 100 anos de vida, mas, houve o desígnio divino por separá-lo de todos nós no dia de hoje.

Oswaldo Louzada Serra, por sua trajetória de vida íntegra, dedicada ao amor aos seus familiares, ao ensino, principalmente junto ao Instituto Presbiteriano Gammon e à UFLA, mas, sobretudo, ao amor incondicional dedicado ao rotarismo local, nacional e internacional, não nos deixa tristes, nos deixa sim saudosos, saudosos de sua companhia, de seus conselhos, de seus exemplos e de seu carisma inigualável. 

Às filhas Louzali e Moema, ao genro Francisco (Chico), aos netos e bisnetos, toda a solidariedade do Rotary Club de Lavras. Na verdade, todos nós nos sentimos hoje tão órfãos quanto seus familiares. Perdemos hoje um de nossos sustentáculos.

O Companheiro Governador Louzada será velado na sede do Rotary Club de Lavras, à Av. Pedro Sales (antigo Clube dos Comerciários), na sala que leva seu nome "Sala Gov. Oswaldo Louzada Serra". Seu sepultamento ainda não está marcado, mas, desde já convidamos a toda a comunidade a dar o seu último "até breve" ao já inesquecível Oswaldo Louzada Serra.

AQUI MINHA MENSAGEM PESSOAL:

O professor Lousada foi um eterno apaixonado pela ferrovia, a qual ele toda vez que me via, fazia questão de relatar suas experiencias. Por várias vezes em que estivemos juntos, ouvi suas lindas e saudosas histórias de viagens maravilhosas com seus pais, tudo ocorrido ainda quando ele era menino. Segundo o professor, ele conheceu todo o Brasil e a América por meio da ferrovia, sua maior paixão depois do Rotary Clube. Suas lembranças nos remetem a um tempo remoto, onde a ferrovia unia a America através dos trilhos. 

Seu grande pesar era ver o país desprestigiar e não usar o transporte ferroviário para o descolocamento das massas da maneira que ele conheceu. Em sua opinião, além de resolver o problema da mobilidade urbana, a ferrovia nos dá sempre um enorme prazer em viajar, "O mundo fica muito mais bonito visto através da janela de um trem em movimento"...

Vá em paz meu ilustre amigo e memorável professor Oswaldo Lousada Serra. Até breve professor!

domingo, 1 de março de 2015

Ocorrências na abrangência da 6ª RPM Produzida em 26/02/2015 referente às ocorrências de 25/02/2015


TRÁFICO ILICITO DE DROGAS.
Em 25/02/2015 às 14H e 20', na cidade de OLIVEIRA, a PM durante Operação anti drogas realizou patrulhamento pelo BAIRRO SÃO SEBASTIÃO, local alvo de várias denúncias, onde estaria ocorrendo um intenso tráfico de drogas. Ao  fazer o patrulhamento pelo endereço foram vistos  04 indivíduos no alto de um barranco, aparentando estar embalando drogas para a venda.Foram vistos também, os autores sentados em um círculo embalando as drogas para o comércio, totalizando 26 buchas de  maconha e 02 tabletes grandes prensados, que após repartidas renderiam aproximadamente 20 buchas da mesma substancia. Diante dos fatos, foi realizada busca pessoal nos autores, sendo encontrado em poder de um autor a quantia de R$ 100,00 reais e um aparelho celular de cor branca, em poder do segundo suspetio foi encontrado 01 aparelho celular de cor preta, com o terceiro suspeito  foi encontrado um aparelho celular de cor branca, com o visor quebrado e com o quarto suspeito apreenderam um aparelho celular de cor preta em poder dele. Os envolvidos foram encaminhados até a presença da autoridade policial.

ROUBO A MAO ARMADA A ESTABELECIMENTO COMERCIAL.

Em 25/02/2015 às 20H, na cidade de CAMPO BELO, a PM compareceu no POVOADO DOS DIAS, ZONA RURAL, onde segundo o solicitante, encontrava-se trabalhando em seu bar, quando chegaram dois indivíduos gritando que era um assalto, sendo que um destes portava um revólver, possivelmente cal.38. Este individuo obrigou alguns fregueses a se deitarem, enquanto o outro, foi até o caixa, apoderou-se do dinheiro que estava na gaveta, e logo após saíram correndo, tomando rumo ignorado. Foi subtraído aproximadamente R$70,00 ( setenta reais) em moeda corrente.

sábado, 28 de fevereiro de 2015

As obras de alargamento, recuperação e melhorias das estradas da Comunidade do Barreiro, próximas à Ponte do Funil foram concluidas


As obras de alargamento e recuperação com melhorias para as estradas da Comunidade do Barreiro, que estão próximas à Ponte do Funil, foram concluídas nesta quarta-feira dia (25), isso vai beneficiar aproximadamente 130 famílias daquela região. A obra também irá facilitar todo o escoamento da produção agrícola, como também facilitará o deslocamento de ônibus urbanos e das vans do transporte escolar. 

Desde o início desta gestão já foram recuperados cerca de 80 quilômetros de estradas em várias comunidades rurais de Lavras, dentre elas, estão Salto das Três Barras, Faria, Tomba, Rosas e Capivara. 



sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

UFLA intensifica trabalhos de controle e prevenção à dengue e leishmaniose

Professora Joziana Barçante identifica espécies de mosquitos, por meio de larvas coletadas no câmpus da Universidade

A dengue e a leishmaniose tem sido motivo de preocupação em diversas regiões, assim como no município de Lavras. Essas doenças necessitam de um rígido monitoramento; dessa forma, a Universidade Federal de Lavras (UFLA) tem intensificado os trabalhos relacionados à prevenção dos mosquitos causadores dessas enfermidades.

No câmpus da UFLA, há vinte armadilhas com a finalidade de capturar o Aedes aegypti, transmissor da dengue. Elas são feitas de garrafa pet, onde se coloca certa quantidade de água e feno, atraindo, assim, a fêmea do mosquito. Em seguida, é realizada a identificação das larvas para verificação das espécies.

Segundo a professora Joziana Muniz de Paiva Barçante (DMV), coordenadora de Prevenção de Endemias da UFLA, esse tipo de trabalho é importante para o monitoramento e ainda o controle dos mosquitos, visto que as armadilhas fazem com que diminua a quantidade de vetores.

De acordo com a professora, os mosquitos mais encontrados no câmpus são os Culex, popularmente conhecidos como pernilongos; em seguida, os Aedes albopictus, que transmitem achikungunya e, por último, os Aedes aegypti. Contudo, a professora assegura que a quantidade de Aedes albopictus e Aedes aegypti localizada na UFLA é pequena quando comparada a outros lugares da cidade de Lavras. Isso se deve aos trabalhos realizados dentro da Universidade, como visitas aos departamentos, laboratórios, salas de aulas, a fim de verificar se há algo propício à proliferação dos mosquitos.
Armadilha no campus para captura do mosquito vetor

Mas essas ações não são restritas à Universidade. Joziana relata que há uma parceria entre a UFLA e a Prefeitura Municipal de Lavras, sendo realizadas capacitações dos agentes comunitários de saúde e de combate às endemias, além de palestras e atividades nas escolas, e até mesmo participação nos mutirões que são feitos mensalmente no município. Também foi elaborada uma cartilha “Dengue, faça sua parte”, distribuída em eventos e escolas do município.

Mesmo com todas essas atividades, a professora alerta que é preciso uma maior conscientização da população, pois, de acordo com o Departamento de Vigilância Epidemiológica de Lavras, somente neste período de 2015 já foram confirmados 47 casos de dengue na cidade.

Controle de Leishmaniose Visceral

Outro trabalho que tem sido desempenhado entre a UFLA e a Prefeitura de Lavras é o combate à leishmaniose visceral canina. As equipes do Laboratório de Biologia Parasitária (Biopar) e da Coordenadoria de Prevenção de Endemias (COPE/DMA) da UFLA apoiam a execução do Programa Nacional de Controle de Leishmaniose Visceral. Estudantes e profissionais da instituição atuam na realização de palestras em escolas durante todo o ano, assim como na aplicação dos testes.

A professora Joziana comenta que os mutirões no combate à leishmaniose já foram realizados em cerca de 20 bairros da cidade, e a proposta é abranger todo o município. Além das orientações, são feitos os exames nos cães.

Há ainda as armadilhas luminosas em pontos estratégicos para captura, identificação e monitoramento da ocorrência do inseto vetor da leishmaniose. No câmpus da UFLA, há duas armadilhas e a Prefeitura de Lavras disponibiliza outras 20 na cidade, sendo todo o material analisado na Universidade.

É válido ressaltar que os primeiros casos de leishmaniose visceral canina foram diagnosticados na UFLA, por meio das necropsias que são realizadas no setor de Patologia do Departamento de Medicina Veterinária (DMV/UFLA).


Aedes aegypti e A. albopictus. Foto: Florida Medical Entomology Laboratory

Como diferenciar os mosquitos Aedes aegypti, Aedes albopictus, e Lutzomyia longipalpis:

Aedes aegypti: Marrom-escuro (quase preto); possuem no tórax duas listras brancas que formam a imagem de um violão, e no meio destas há mais duas listras também brancas.



Aedes albopictus: Possuem uma coloração preta brilhante, com apenas uma listra branca no meio do tórax.

Lutzomyia longipalpis: Sua cor é palha e é o menor de todos esses vetores. Quando esses mosquitos estão parados, suas asas ficam sempre abertas, pois são muito rígidas.

A professora Joziana Barçante ressalta que os mosquitos são muito difíceis de ser identificados a olho nu; é preciso ter pelo menos o auxílio de uma lupa que amplie os detalhes.

Controle Sistemático

A UFLA tem se destacado em diversas avaliações nacionais em razão das ações do Plano Ambiental e Estruturante, iniciado em 2009. Idealizado pelo então pró-reitor de Planejamento e Extensão e atual reitor, professor José Roberto Scolforo, a criação da Diretoria de Meio Ambiente, na qual está vinculada a Coordenadoria de Prevenção de Endemias, foi definida como uma das ação prioritárias do Plano Ambiental. A Coordenadoria é responsável por um controle sistemático de prevenção de zoonoses e endemias, como dengue, raiva, doença de Chagas, leishmaniose, enteroparasitoses, angiostrongilose, entre outras. Conta com o envolvimento de professores, servidores técnicos administrativos e a contribuição de estudantes para a realização de um trabalho preventivo de identificação de problemas, avaliação dos riscos e apresentação de soluções estratégicas.

Além desta ação, o Plano Ambiental tem se tornado referência para outras instituições públicas e privadas do País. Abordando conceitos de sustentabilidade, destacam-se a implantação de Programa de Gerenciamento de Resíduos Químicos, tratamento dos resíduos sólidos, saneamento básico, Estação de Tratamento de Esgoto, construções ecologicamente corretas, proteção de nascentes e matas ciliares, prevenção e controle de incêndios e uso racional de energia.

Informações da Coordenadoria de Endemias ou aviso de focos – 3829 5247 ou 3829 5250
Camila Caetano – jornalista bolsista/UFLA

Projeto que estabelece horário de trabalho para vereadores em Guaxupé, MG, tem precedente em Pouso Alegre, onde foi aprovado em primeira votação em 2014.

Na maioria das cidades, os vereadores só vão à Câmara para as sessões, é o que se tem visto pelo país afora quando muitos viajam sem fazer o seu papel de fiscalizador e legislador...




A Mesa Diretora da Câmara de Guaxupé(MG) criou um projeto de lei que pretende determinar que os vereadores da cidade cumpram pelo menos três horas diárias de trabalho em seus gabinetes. O Projeto de Resolução nº 02/2015 foi assinado pelo presidente da Câmara, o vereador Durvalino Gôngora de Jesus (PMDB), e determina ainda que a presença deverá ser comprovada através de registro de ponto. A ausência somente seria aceita mediante justificativa.




O projeto será discutido nas comissões e pode entrar em votação, em primeira discussão, na próxima sessão, que é dia 9 de março. A proposta ainda precisa ser submetida às comissões de Justiça e Redação, mas já divide opiniões entre os vereadores da cidade. Para Odilon dos Anjos Counto (PRB), a medida não representaria uma grande mudança.

"Estou sempre aqui, muito mais que três horas por dia. Esse projeto vai atingir mais aqueles vereadores que nem aparecem na Câmara. Só aparecem na hora da votação na sessão", disse o vereador.

Já para João Batista Teixeira e Silva (PSC), mesmo com o vereador podendo escolher se cumpre o horário na parte da manhã ou da tarde, a medida acaba sendo prejudicial, uma vez o trabalho também é feito fora do gabinete.

"Sempre tem trabalho, se estiver aqui". Mas não é um trabalho que você agendou. O que está agendado é lá fora, é fiscalizar lá fora. Aqui são aqueles que chegam temporariamente", afirmou o parlamentar.

No entanto, a legalidade do projeto tem sido questionada. Para Maria Aparecida Cecílio Discini Sandroni (PSC), a resolução pode ser inconstitucional. "Eu venho sempre aqui. Se precisar que eu faça três horas, cinco horas, oito horas, pra mim é indiferente. Só que tem que ver a parte legal disso tudo", comentou a vereadora.


Para responder a vereadora, encontrei uma publicação antiga onde se votou o mesmo projeto em Pouco Alegre e a lei foi aprovada com justificativas. 


O MESMO PROJETO JÁ HAVIA SIDO VOTADO EM POUCO ALEGRE-MG, EM JULHO DE 2014.


Foi votada a Emenda 001 ao Projeto de Emenda à Lei Orgânica 15/2014, que altera a redação do artigo 1º do Projeto de emenda nº 15 à Lei Orgânica Municipal de Pouso Alegre, no Sul de Minas. O projeto regulamenta horário de trabalho de vereadores. De autoria do vereador Rafael Huhn (PT), o artigo passa a ter a seguinte redação: Art. 1º - O Regimento Interno disporá sobre o horário de atendimento à população, sendo obrigatório ao vereador o cumprimento mínimo de 2 (dois) turnos semanais de atendimento em seu gabinete, conforme disposição regimental. 

De acordo com a justificativa do Projeto, seu objetivo vem atentar-se para o fato de que o papel do vereador não corresponde ao de mero reprodutor de normas. Sua função pública, além das típicas atividades legislativas e fiscalizadoras, abrange o atendimento mínimo ao público que dele necessita. A Emenda foi aprovada em única votação. 

O autor da Emenda, Rafael Huhn, afirma que os vereadores precisam estar na Câmara para atender à população. “Todo trabalhador no Brasil cumpre carga horária e o vereador, apesar de fazer visitas em campo, também precisa permanecer na Casa de Leis por um período determinado. Senão não justifica a estrutura que os gabinetes da Câmara possuem”, afirma. 

Também foi votado o Projeto de Emenda à Lei Orgânica 15/2014, de autoria do vereador Rafael Huhn, que altera a redação do Parágrafo Único do art. 27 da Lei Orgânica Municipal. O Parágrafo passa a ter a seguinte redação: O Regimento Interno disporá sobre o horário de atendimento à população, sendo obrigatório ao vereador o cumprimento mínimo de 12 (horas) semanais de atendimento em seu gabinete, conforme disposição regimental. O Projeto foi aprovado em 1ª votação.


Este Abaixo-assinado, que busca também o cumprimento de Carga Horária dos Vereadores de Crucilândia.

http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=P2012N26869

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

PREFEITURA CONVIDA A TODOS OS LAVRENSES PARA COMEMORAR O ANIVERSÁRIO DA CIDADE. (LAVRAS 185 ANOS).


Viçosa leva projeto de reativação das linhas férreas ao Exército. Proposta ganha apoio de todas as entidades de preservação ferroviária.


O projeto de reativação das linhas férreas de Viçosa e outras cinco cidades da região foi apresentado ao Exército Brasileiro em uma reunião que aconteceu nesta segunda-feira (23), na sede da 4ª Região Militar, em Belo Horizonte. A equipe formada pelo Prefeito Ângelo Chequer; o representante da ONG Amigos do Trem, Jershon Ayres e o presidente do Circuito Turístico Serras de Minas, Sérgio Vitarelli, foi recebida pelo General de Divisão Mario Lúcio Alves de Araújo, comandante da 4ª Região Militar.

No primeiro momento o comandante recebeu a equipe de Viçosa em seu gabinete, onde conversaram sobre política, economia e a história ferroviária da Microrregião de Viçosa. Na oportunidade o Prefeito Ângelo Chequer fez uma breve explanação sobre os projetos e verificou com o General a possibilidade da colaboração do Exército para a elaboração de um projeto executivo e posterior execução das obras, através do 11º Batalhão de Engenharia e Construção do Exército que fica em Araguari (MG), no triângulo mineiro.


Em um segundo momento o representante da ONG Amigos do Trem, Jershon Ayres, após interesse do General, realizou uma detalhada apresentação sobre a iniciativa. O comandante teve a oportunidade de conhecer os projetos que contemplam a instalação de um trem turístico, ligando as cidades de Teixeiras, Viçosa, Cajuri, Coimbra, São Geraldo e Visconde do Rio Branco e um Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), que circulará dentro da cidade de Viçosa, desde o campus da UFV até o Bairro Novo Silvestre.

Sobre o andamento do projeto, Jershon Ayres explicou que já existe um estudo de viabilidade financeira e o apoio formal dos prefeitos de todas as cidades envolvidas, além da Reitora da UFV, Nilda Soares. "O próximo passo é a realização do reconhecimento da área para a elaboração do projeto executivo e planilha de custos. É nessa etapa que precisamos do apoio do Exército", destacou Jershon, que ainda explicou que a planilha de custos é essencial para buscar formas de viabilizar apoio financeiro para o projeto.

O General Mario Lúcio Alves de Araújo acredita que os projetos são de grande importância para o desenvolvimento turístico da região. Ele disse que irá articular o apoio do Exército através de contatos com o Ministério da Defesa e com o Comando da 11ª Região Militar, que abrange a região do Triângulo Mineiro, onde se localiza o Batalhão de Engenharia. Segundo o General, o Ministério da Defesa deve consultar o Exército a respeito da demanda e os militares devem responder positivamente, visando viabilizar o mais breve possível o envio da tropa para Viçosa.

O Prefeito agradeceu ao General dizendo que "o apoio do Exército Brasileiro facilita o sonho, visto que a instituição é conhecida por executar obras com valores reais, sem visar lucro, mostrando-se uma opção viável de construção com prazo de entrega respeitado, profissionais altamente gabaritados e com a garantia de um serviço de qualidade e de alta durabilidade".

Juiz do Piauí manda tirar Whatsapp do ar no país inteiro


38
Juiz do Piau manda tirar Whatsapp do ar no pas inteiro
Texto do mandado que exige que se tire o Whatsapp do ar (Foto: Reprodução)
Uma decisão judicial pode tirar o Whatsapp do ar em todo o país. O juiz Luiz Moura Correia, da Central de Inquéritos da Comarca de Teresina (PI), determinou que uma empresa de telefonia "suspenda temporariamente até o cumprimento da ordem judicial (...), em todo território nacional, em caráter de urgência no prazo de 24 horas após o recebimento, o acesso através dos serviços da empresa aos domínioswhatsapp. Net e whatsapp. Com, bem como todos os seus subdomínios e todos os outros domínios que contenham whatsapp. Net e whatsapp. Com em seus nomes e ainda todos números de IP (Internet Protocol) vinculados aos domínios já acima citados".
A decisão do juiz Luiz Moura Correia é ainda mais ampla. Ele diz que a empresa de telefonia deve "garantir a suspensão do tráfego de informações de coleta, armazenamento, guarda e tratamento de registros de dados pessoais ou de comunicações entre usuários do serviço e servidores da aplicação de trocada de mensagens multi-plataforma denominada Whatsapp, em que pelo menos um desses atos ocorra em território nacional".
O processo corre em segredo de Justiça. A empresa de telefonia luta para cassar a decisão, tomada pelo juiz Luiz Moura Correia em 11 de fevereiro, antes de ser obrigada a cumpri-la. A empresa de telefonia foi comunicada da decisão de Moura Correia em 19 de fevereiro por meio de um ofício do delegado Éverton Ferreira de Almeida Férrer, do Núcleo de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Piauí.

POSTAGENS MAIS VISTAS