terça-feira, 14 de novembro de 2017

Pousada traz novo conceito de hospedagem no Sul de Minas Gerais


Às margens da Rodovia Fernão Dias, uma das mais importantes do País, foi inaugurada recentemente uma pousada com um conceito diferenciado de hospedagem. A Divina Minas Pousada e Eventos está localizada no Sul de Minas Gerais, na cidade de Três Corações, no km 741-Pista Norte, e oferece serviços que vão além de um pernoite para quem está viajando pela BR-381.

“Ao construir a Pousada, sempre tivemos em mente oferecer um lugar bonito, aconchegante e que proporcione paz de espírito aos hóspedes. Para isso, toda a estrutura foi concebida de maneira a valorizar a beleza natural do espaço”, comenta Rosana Rotundaro Braga, sócia proprietária da Pousada.

Com 10 chalés, que oferecem estrutura para famílias aproveitarem ao máximo o conforto, a Pousada está cercada por uma natureza exuberante. Restaurante, piscina, churrasqueira e brinquedos ao ar livre complementam a estrutura da Pousada.


Decorada no estilo rústico chique, a Pousada também oferece outros atrativos, como a gastronomia personalizada e uma carta de vinhos com rótulos do Brasil e do exterior. Neste local privilegiado, os cinco sentidos - olfato, visão, paladar, tato e audição – são despertados de maneira a proporcionar paz de espírito, um sentimento necessário para o descanso do corpo e da mente.


“Ao chegar na Pousada, o hóspede imediatamente irá sentir a tranquilidade do lugar, a natureza bucólica, o cheiro da terra e os grunhidos de animais típicos de uma roça do interior mineiro. É por isso que insistimos em dizer que a Pousada é mais do que um local para pernoitar. É um convite ao descanso do corpo e da mente, um excelente lugar para desfrutar bons momentos com os amigos e a família”, finaliza Braga.







Para mais informações basta entrar no site www.pousadadivinaminas.com.br.

Serviço

Divina Minas Pousada e Eventos

Rodovia Fernão Dias, Km 741 – Pista Norte – Três Corações – MG

35 99987-0838 / 35 99964-7296


segunda-feira, 13 de novembro de 2017

JORNAL DE LAVRAS IRRESPONSAVELMENTE AFIRMA SEM PROVAS QUE LADRÕES DO CAPS ENTRARAM PELO MURO DAS OFICINAS

Ontem as 22 horas mais ou menos, após cuidar dos cães eu saia pelo portão principal das antigas oficinas de Lavras, quando vi passarem pela estação e subirema rampa, dois ou três indivíduos e não posso precisar se todos que subiram a rampa estavam juntos, mas alguns deles estavam levando uma TV enorme nas mãos. 

Inevitavelmente quando se está no portão, a visão é ampla para a rampa de acesso a linha e é impossível não ver o que se passa por lá. Esse acesso é o que facilita a fuga por ser um atalho até nova era 2, Cohab, lavrinhas e corredor. Além do mais, eu estava nos fundos tratando dos cães mais ou menos uns 30 a 40 minutos antes de sair no portão, nada ouvi de suspeito nos fundos dos galpões, certamente os cães teriam dado o sinal.

Os LADRÕES que roubaram a TV do CAPS, saíram tranquilamente pela Av Pedro Sales, mas não entraram pelas oficinas como foi afirmado pelo perito e vidente Cicarelli. Provavelmente o local de entrada foi pela divisa com o ribeirão, que tem o acesso mais fácil, não tem cães e é escuro. Bem ao contrario do que diz o mal informado vendedor de notícia mentirosa, pois o local das oficinas hoje é fechado, ocupado e seguro. 

Como todos sabem, o muro frontal do CAPS também é baixo e em um simples descuido, facilmente alguém teria acesso ao resto do imóvel, ai sim pelos fundos pode ter agido sem ser visto. Esse jornaleco de Lavras continua falastrão, noticiando o que não procede usando quem sabe até de má fé, já que o dono do jornal escancaradamente declara-se meu inimigo e várias vezes usou seu pasquim para denegrir minha imagem, inclusive com palavrões, podendo com isso, querer prejudicar todo o trabalho que temos feito por aqui. 

Sendo assim, seria de bom tom, que essa falsa alegação, seja corrigida, pois é falsa e foi publica como sendo o fato ocorrido e em matéria de informação pública. Como disse no inicio, estava lá no interior com os cães e o que vejo, é apenas o habito de falar o que não sabe e usar alegações falsas. Interpretamos que isso teve o objetivo de denigrir o trabalho elogiável de nosso grupo de voluntários, gente que com seu esforço tornou o local seguro e muito bem guardado, os vizinhos do entorno estão lá para comprovar isso.


Nota de Esclarecimento: Não houve aumento de diárias no TCEMG como afirma o jornal Estado de Minas

Em virtude da notícia veiculada no jornal Estado de Minas e no Portal Uai, hoje (08/11), sobre a Portaria n° 85 da Presidência do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais, que “altera as cotas anuais fixadas, na Portaria nº 47/PRES./2017, para a realização de despesas com diária de viagem, passagem área e inscrição em evento de capacitação do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas”, cabe esclarecer que:

Não é verdade o que afirma o título e o início das referidas notícias de que houve aumento ou “engorda” nos gastos com diárias de viagem de servidores desta Corte. O que a Portaria n°85 estabelece é apenas uma alteração da repartição das despesas programadas para esse fim entre o Ministério Público de Contas (MPC) e os demais órgãos integrantes do TCEMG. Não houve acréscimo de despesa, mas sim a redistribuição das cotas, ou seja, o MPC que tinha direito a 10% do montante das despesas já programadas passou a contar com 12% do mesmo valor global.

É inverdade, também, dizer que houve aumento do valor das diárias, pois a Portaria n° 85 não tratou desse tema. As diárias de membros do Tribunal de Contas do TCEMG não são reajustadas desde 2001.

A notícia traz, ainda, várias outras incorreções que colocam em xeque a credibilidade e o cuidado com a devida apuração das informações, como quando afirma que o presidente Cláudio Terrão fez curso de doutorado na Universidade do Minho em Portugal, no ano de 2016. Numa só informação, três erros: o presidente não fez curso de doutorado, e sim mestrado; não foi no ano de 2016, mas 2014/15; e o curso não foi realizado na Universidade do Minho, porém, na Universidade de Lisboa.

Cumpre esclarecer, ainda, que as diárias e o afastamento do conselheiro Cláudio Terrão foram aprovados pelo Tribunal Pleno, com base na Resolução n° 15/2014 e que, como o próprio Estado de Minas já havia noticiado, em 27/10/2017, quando acionado, o Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPE) concluiu não haver qualquer irregularidade no ato.

Também faz-se relevante apontar que as diárias pagas para participação de servidores na Sétima Conferência Ibero-Americano sobre Complexidade, Informática e Cibernética, em Orlando, na Flórida - outro tema recorrente no jornal - e da mesma forma já esclarecido ao órgão de imprensa (27/04/2017), objetivaram a participação da equipe na organização e montagem do evento, o que justifica a autorização do pagamento do número superior de diárias ao da duração do encontro.

Cabe, ainda, elucidar que a Portaria n° 85 trata-se de ato monocrático do presidente do TCEMG, mediante o qual foi autorizada a alteração da cota a que se refere a notícia.

Por fim, o Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais reitera o seu compromisso com a transparência e correção dos seus atos administrativos e no exercício do Controle Externo das contas públicas, colocando-se à disposição da sociedade e dos veículos de comunicação, na certeza de sua responsabilidade com a verdade e com a precisão dos fatos.

Diretoria de Comunicação Social do TCEMG
(31) 3348 2370

sábado, 11 de novembro de 2017

ENQUANTO EM TRÊS CORAÇÕES VEREADORES QUEREM A PUNIÇÃO DA COPASA. LAVRAS PODE TER FICADO DE FORA.

Reunião definiu grupo que pedirá na justiça medidas contra a empresa

Pergunta: 
Foi alguém representar Lavras? 
Se foi, quem é a pessoa e se não foi, o que podemos concluir com essa possível ausência de representação nessa reunião?

O presidente da Câmara de Vereadores de Três Corações, Maurício Gadbem, e mais de 20 presidentes de Câmaras mineiras, se reuniram em Pouso Alegre, nesta quarta-feira (8), para discutir a realidade do serviço prestado pela Copasa nos municípios. Eles representam uma população de cerca de 1 milhão de pessoas.

Muitos foram os depoimentos sobre cidades em que a Copasa cobra pelo tratamento de esgoto, mas não realiza. Além disto, foram apresentados casos de aumento de mais de 100% o valor da conta de um ano para o outro, reclamações sobre despejo de esgoto sem tratamento em diversos rios que abastecem municípios e queixas sobre obras de saneamento que deixam asfalto sem reparos, entre outras insatisfações.

Maurício Gadbem falou aos vereadores sobre a importância de eles se organizarem para cobrar firmemente, como representantes do povo e do poder legislativo, soluções para os problemas que se arrastam há anos. 

Depois de apresentarem a realidade de seus municípios, os presidentes das Câmaras elegeram um grupo executivo para conduzir os trabalhos. Maurício Gadbem integra o grupo, que definiu que a próxima reunião geral dos presidentes será em Três Corações. Na ocasião, eles apresentarão ao Ministério Público um diagnóstico de problemas enfrentados pelas cidades e pedirão medidas legais contra a empresa.

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

PREFEITURA DE PASSA QUATRO SE REÚNE COM ABPF PARA ACERTAS AS ARESTAS

Ocorreu ontem (30/10/17), na sede da Prefeitura de Passa Quatro, reunião entre representantes do Executivo Municipal: o Prefeito Antônio Claret Mota Esteves, o Vice-Prefeito Henrique Nogueira, a Assessora Jurídica Edriane Monteiro e representantes da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária - ABPF / Regional Sul de Minas: o Diretor Secretário, Bruno Crivelari Sanches e o Coordenador Luiz Sérgio Ribeiro, objetivando o estabelecimento de termos para viabilizar a continuidade do funcionamento do Trem Turístico - a Maria Fumaça - na nossa Cidade. 

A reunião foi proposta pelo Presidente do Conselho Municipal do Turismo Edgard de Souza Andrade Júnior e propiciou aos participantes a oportunidade de mais uma vez explanarem sobre as questões que levaram a ABPF a cogitar o encerramento das atividades aqui e sobre as medidas que podem afastar essa hipótese. Em síntese, ficou acordado que o Município de Passa Quatro, após anuência de IPHAN, pretende celebrar Termo de Cessão de Uso das Estações Central, Manacá e Coronel Fulgêncio, assim como do galpão de manutenção do trem, para que seja assumida voluntariamente pela ABPF a responsabilidade pela restauração, recuperação e manutenção dos prédios, observados todos os padrões de conservação do estilo arquitetônico existente e todas as finalidades estabelecidas no termo de ajustamento de conduta assinado pelo Município de Passa Quatro em 2013. 

O Município vai pleitear e acompanhar, junto ao Conselho Municipal do Patrimônio Histórico de Passa Quatro, a análise dos projetos de recuperação, restauração e manutenção dos imóveis, de maneira a obtermos a análise e aprovação de um Projeto Geral, evitando análises recortadas de pequenas intervenções. Em outras palavras, o Município, por compreender a ABPF como uma instituição voltada à preservação da memória ferroviária do País, portanto, com objetivos convergentes ao do Conselho do Patrimônio, buscará conceder uma maior liberdade à Associação para executar suas obras, tudo isso sem suplantar a competência do Conselho. 

Dando continuidade a essas tratativas, ocorrerá na tarde de hoje uma reunião entre representantes do Executivo e membros do Conselho do Patrimônio e a noite haverá reunião na Câmara Municipal para prestar informações sobre esse tema à população

terça-feira, 31 de outubro de 2017

SERVIDORES MUNICIPAIS DENUNCIAM AMEAÇAS E PEDEM SOCORRO AO MP

PRESIDENTE DO SINDICATO FALA E PEDE SOCORRO AO MP

OUÇA O ÁUDIO QUE OS SERVIDORES INTERCEPTARAM
ENQUANTO OS VEREADORES TENTAM RESOLVER, O EXECUTIVO TRABALHA CONTRA QUASE EM SILENCIO...



PELO VISTO ESSA BRIGA ESTÁ LONGE DE ACABAR.









TCE condena ex-presidente da Câmara Municipal de Três Corações a restituir dinheiro gasto em despesas irregulares

O ex-presidente da Câmara da cidade de Três Corações, Antônio Roberto Vilela, foi condenado pela Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG), na sessão do dia 24 de outubro, a restituir aos cofres públicos do município o valor de R$16.765,69 por despesas realizadas irregularmente com verba pública, no ano de 2007.

Uma inspeção ordinária realizada naquele ano apontou a ocorrência de deslizes nos atos de gestão da Câmara Municipal de Três Corações. O conselheiro Mauri Torres, relator do Processo Administrativo nº 742.259, apontou em seu voto irregularidades em: despesas com diárias de viagem, o adiantamento de despesas de viagem, e as despesas com festividades, homenagens e pagamento de refeições a autoridades e servidores.

No voto o relator fundamenta sua decisão esclarecendo que “o transporte de pacientes para realização de exames médicos em outros municípios não é atividade afeta à Câmara Municipal e se a despesa for realizada de forma habitual e sem qualquer critério que demonstre e impessoalidade na concessão deste benefício deve ser ressarcido aos cofres públicos; o adiantamento e o reembolso de despesas de viagens somente são considerados regulares se acompanhadas de todos os documentos legais comprobatórios dos gastos e se estes estiverem de acordo com os princípios constitucionais da moralidade, da economicidade e da razoabilidade; e, as despesas com refeições e hospedagens fornecidas a autoridades são legais desde que obedecidos três requisitos básicos: (a) a existência de dotação orçamentária própria; (b) o atendimento ao interesse público e (c) a observância do princípio da razoabilidade”

Diretoria de Comunicação Social do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais
(31) 3348 2370

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Virada Varginha reabrirá o Cine Rio Branco


Estão programadas sessenta atividades no segundo dia do evento
A Virada Varginha, em seu segundo dia, quinta-feira (2), vai apresentar ao público opções variadas de atrações. Mas, sem dúvida, o grande momento será o mutirão de limpeza nas dependências internas do Cine Rio Branco. Fechado desde 1998, o maior patrimônio cultural de Varginha irá ressuscitar no Dia de Finados. Voluntários estarão a postos a partir das 8h, quando as portas do Cine serão reabertas ao som da saudosa música “Noturno 3”, de Paul Mariat. Além de fazer limpeza interna, as pessoas poderão vestir roupas de época, que serão disponibilizadas pela organização da Virada Varginha, e fazer selfies.  Em celebração ao encerramento do mutirão, às 16h30 haverá apresentação da banda varginhense Sissibonaflá.
Simultaneamente e durante todo o dia, outras ações serão realizadas em vários locais da cidade. Na Praça da Mina, por exemplo, às 8h, haverá aula de Yoga. No mesmo local, serão montadas miniquadras de tênis, para aulas e demonstração com atletas profissionais. Enquanto isso, entre as 9h e 17h, o GF Supermercados vai dar início ao ecoponto na Praça da Fonte, para recolher resíduos recicláveis e educadores ambientais vão tirar dúvidas sobre reciclagem.  Essa ação será realizada nos dias seguintes do Festival. 
O artista Kaká Chazz desenvolverá uma oficina de grafite e irá pintar, junto com crianças a partir de 11 anos e adultos, um dos muros da Fundação Aprender. A mesma entidade vai apresentar outras atividades neste dia, como a de ensinar croché a partir do barbante.
Enquanto isso, lá no Shopping, a população vai ter a oportunidade de uma experiência em 360º, através de um óculos especial acoplado a celular que suporta realidade virtual. O Google Developer Group Varginha (GDG) vai realizar oficinas para ensinar a construir o seu próprio aparelho. Também no Via Café, três palestrantes vão compartilhar suas visões sobre qualidade de vida e saúde preventiva na cidade. O Shopping será o ponto de partida, às 16h, para uma caminhada ecológica de 8km até o Santuário das Garças, uma ilha do Rio Verde, com direito a um piquenique no local. 
Na Praça PEC, no bairro Jardim Estrela, no extremo norte da cidade, irá acontecer o 3º Encontro de Cultura de Rua, com hip-hop, obstáculos para a prática de skate, bike e motocross. Bandas de música de Varginha e região vão se apresentar e será realizada eliminatória da Batalha de MC’s. A sala de cinema da Praça PEC vai abrir, ao meio dia, as portas para 12 horas ininterruptas de documentários, filmes e animações, oferecidas pela plataforma VIDEOCAMP.
À tarde, o Sítio Urbano Rio Verde, no bairro Rezende, vai receber o festival de pipas sem cerol, uma ação conjunta com a PM. Cento e trinta e cinco pipas serão distribuídas entre os participantes. À noite, às 20h, o Memorial do ET vai virar ponto de observação de planetas e estrelas.  O Observatório Centauro, de Cambuquira-MG, vai apresentar uma palestra e os participantes vão poder observar o céu através de um telescópio profissional.            
A Virada Varginha será realizada entre os dias 1º e 5 de novembro e a programação completa pode ser conferida no site www.viradavarginha.com.br. O evento é uma realização da Muda de Ideia, Coletivo Rede Varginha e Fórum Varginha 2050, e tem a coprodução da Sakey Comunicação. Conta com o apoio governamental da Prefeitura de Varginha e da Câmara Municipal de Varginha. Patrocínio do GF Supermercados, Cemig e Copasa. Apoio do Via Café Garden Shopping, Grupo Pedreira Santo Antônio, Café Três Corações e Grupo Unis.

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Dois vereadores de Lavras solicitam bonificação natalina para servidores municipais em forma de projeto de lei

Foi protocolado na Câmara Municipal de Lavras nesta quinta-feira, dia 26, o projeto de lei que pede a Concessão Natalina aos Servidores Públicos Municipais Efetivos e Contratados no Processo Seletivo.


Essa medida tem a autoria dos vereadores Carlos Lindomar e Elias Freire Filho o (Lila), ela deverá ser encaminhada ao prefeito José Cherem para análise e aprovação na próxima segunda-feira, dia 30, após ser lida no plenário do Legislativo.

Na proposta, os servidores públicos municipais, efetivos e contratados mediante o processo seletivo, receberiam a bonificação natalina correspondente a 5% do vencimento bruto, no mês de dezembro de cada ano, a ser pago junto do 13 º salário. A lei entra em vigor a partir da data de sua publicação.

De acordo com os vereadores Lindomar e Lila, a bonificação justificou-se pela revisão geral anual de 0,01% que foi concedida aos servidores; o não reajuste salarial da categoria desde 2014; o achatamento constante do poder aquisitivo dos salários dos servidores e em consideração as festividades natalinas, onde a tradição impõe a existência de ceia farta e, se possível, a troca de lembranças, trazendo um espirito fraternal às famílias. 

Os autores da proposta também alegam que a bonificação natalina poderá ser executada tendo em vista o substancial aumento de arrecadação do município no exercício de 2017, sendo considerado também o aumento da folha de pagamento do município em relação aos cargos de confiança. Para eles, o objetivo principal do projeto de lei é amenizar a situação dos servidores e lhes conceder alguma dignidade nas festividades de Natal.

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

DEPOIS DE UMA BOA CONVERSA COM O PRESIDENTE DA CÂMARA, PREFEITO VOLTA A TRÁS E MANTERÁ PROJETO SOBRESTADO

O Prefeito José Cherem depois de uma de boa conversa com o Presidente da Câmara João Paulo Felizardo, convenceu-se a fazer desse azedo limão uma digerível limonada. Isso mesmo! O projeto tão questionado a ser debatido em Audiência Pública, desde já estará e continuará sobrestado por ele o chefe do poder executivo. Essa é a decisão mais sensata e democrática a ser tomada. Sem contar que os servidores deverão receber alguns benéficos congelados há anos e bem mais rápido que eles imaginaram. Não me resta que parabenizar a ação administrativa, tanto por parte do prefeito como do presidente da câmara.

PROJETO DE EXTENSÃO ARTICULADO NA UFLA ESTIMULA APROXIMAÇÃO ENTRE UNIVERSIDADE E SOCIEDADE

Iniciativa visa aproximar a instituição da população de Lavras e região, tratando de temas politicamente importantes do Brasil contemporâneo. A universidade pública no Brasil tem como suas funções três pilares: o ensino, a pesquisa e a extensão. Tão importante quanto às outras duas, a extensão universitária possibilita a formação do profissional cidadão, sendo um processo educativo, cultural e científico.

Além disso, por meio da extensão, é possível também articular o ensino e a pesquisa de forma indissociável, possibilitando uma relação transformadora e de impacto social entre a universidade e a sociedade. A Universidade Federal de Lavras (UFLA), sobretudo nos últimos anos, diante da sua grande expansão, tem fortalecido as atividades de extensão junto à comunidade de Lavras e da região.

Uma das atividades de extensão que vem ganhando notoriedade e se fortalecendo é desenvolvida pelo Departamento de Ciências Humanas (DCH) da instituição, por meio do trabalho do professor adjunto de Ciência Política da UFLA, Marcelo Sevaybricker Moreira. A iniciativa promove uma série de mesas redondas e palestras, organizadas com a participação de professores, estudantes e técnicos administrativos da universidade, bem como cidadãos da cidade de Lavras, durante o primeiro semestre de 2017 e o primeiro e segundo semestres de 2018.

Este projeto de extensão que visa aproximar a UFLA, ao menos a área das ciências humanas, da população de Lavras, tratando de temas politicamente importantes do Brasil contemporâneo. Criado a partir das discussões feitas no Núcleo de Pesquisa e Extensão Sociologia & Política, do DCH, a iniciativa surgiu de maneira incipiente em outubro de 2013, sob a denominação de Centro de Pesquisa sobre Política (CEPEP), sob a coordenação do professor Marcelo Sevaybricker Moreira, que também é chefe do departamento, e procurou, desde então, desenvolver encontros de reflexão e discussão acerca de temas relacionados à política.

Já no ano seguinte, em 2014, o grupo passou a ser coordenado também pelo professor Conrado Pires de Castro. No primeiro semestre letivo de 2016, o grupo ofertou pela primeira vez um curso de extensão, “Repensando os clássicos de interpretação do Brasil”, organizado em três módulos, com o propósito de pensar coletivamente problemas e perspectivas da formação sociopolítica de nosso país.

Com o propósito de ampliar a interlocução com a comunidade lavrense, o grupo agora propõe uma nova iniciativa de extensão, a ser conciliada com as outras atividades sob sua responsabilidade, inclusive o curso mencionado.

“Entendemos que há um isolamento da universidade em relação ao resto da sociedade brasileira. O saber produzido na primeira, ao menos na área de Ciências Humanas, não é sempre e devidamente divulgado e apropriado pela sociedade brasileira, nem o saber produzido por essa última é devidamente reconhecida pela primeira. Nesse sentido, atividades que propiciem a democratização do conhecimento científico e sua maior interação com outras formas de conhecimento, no Brasil, são absolutamente necessárias”, destaca o professor Marcelo Sevaybricker.

Desta forma, serão realizados três debates ou palestras a cada semestre letivo da Universidade Federal de Lavras a serem organizados pelo grupo Sociologia & Política: Grupo de Pesquisa e Extensão.

As mesas de debate destes eventos contarão com um mínimo de dois convidados, sendo um externo à UFLA e o outro vinculado formalmente a essa instituição.

A exigência de que os eventos sejam organizados fora do campus universitário e com a participação de, pelo menos, um membro não ligado à universidade, de acordo com a organização, justifica-se como um modo de estimular a participação da comunidade lavrense e de seu entorno e o seu diálogo com a universidade. 

Ainda segundo a organização, inicialmente, será feita a programação referente ao 2º semestre de 2017 e, posteriormente, do 1ª e 2º semestres de 2018. 

O evento do segundo semestre deste ano já está acertado. Com o tema “O (não) lugar da Filosofia e da Sociologia no e Ensino Médio brasileiro”, será realizado no dia 7 de novembro, das 16 às 18h30, no Auditório da Escola Municipal Dra. Dâmina (rua Pedro Moura, 269, Centro, Lavras).

A mesa redonda será composta pelos professores da Escola Estadual Firmino Costa, Claúdia Emília da Silva (Sociologia), Leandro José Maria da Silva (Filosofia); pelo professor do Instituto Gammon e do Colégio Educa, Lucir Antônio de Souza (História e Filosofia); pelo professor da Universidade Federal de Lavras, Renato Santos Belo (Filosofia). O mediador do evento será Braulino Capuchinho (Administração Pública/UFLA).

O coordenador do projeto, professor Marcelo Sevaybricker ressalta que boa parte da produção do conhecimento científico realizado no âmbito das universidades, tende, por razões históricas, institucionais e culturais, a manter-se insulado dentro das próprias instituições e que iniciativas como está incorporam e dialogam com os saberes, práticas culturais e atividades sociais das cidades e regiões onde há presença de universidades. “Entendemos que a universidade, para cumprir com sua função pública prevista na Constituição Federal de 1988, deve forçosamente procurar estreitar as relações de parceria e diálogo com a sociedade brasileira”. 

As inscrições são gratuitas pelo SIG UFLA (https://sig.ufla.br/modulos/publico/eventos/index.php), havendo com 200 vagas disponíveis.


terça-feira, 24 de outubro de 2017

PRESIDENTE DA CÂMARA CONVIDA VEREADORES PARA UM ENCONTRO COM AS COMISSÕES DOS SERVIDORES EFETIVOS NO AUDITÓRIO DA PREFEITURA NESSA QUARTA FEIRA.

Senhores vereadores e vereadoras saudações a todos. Convido a todos nesse momento para uma visita a Prefeitura Municipal de Lavras, onde iremos nos reunir com as comissões montadas pelos servidores efetivos que irão participar da audiência pública proposta. Nossa visita terá o objetivo de entregar lhes cópias dos projetos 008  e 009, além do Edital da Audiência Pública. A visita será nesta Quarta Feira as 9:30 no Auditório da Prefeitura Municipal de Lavras. Conto com a presença de todos os vereadores, para que possamos avançar nas negociações.

ABERTO DIÁLOGO ENTRE CÂMARA E O SINDICATO DOS SERVIDORES

Aconteceu ontem segunda feira dia 23, a prometida visita dos vereadores a sede do Sindicato dos Servidores Municipais de Lavras. A visita foi liderada pelo Presidente da Câmara João Paulo Felizardo, que levou o assessor jurídico da câmara e entregou os dois projetos em discussão, para que o servidores possam analisar e propor mudanças durante a audiência pública proposta pelo presidente. Tudo indica que será uma audiência promissora e com um diálogo aberto, onde todos possam manifestar suas dúvidas e propor alterações viáveis.




BRASIL, O CAMPEÃO DE IMPOSTOS E CORRUPÇÃO

Fonte: Banco Mundial


O Brasil tem a maior carga tributária do mundo, para pagar a MAIOR CORRUPÇÃO DO MUNDO.

Os tributos no Brasil são uma vergonha!!!

Medicamentos      36%
Luz.                      45,81%
Telefone               47,87%
Gasolina               57,03%
Cigarro                 81,68%

PRODUTOS ALIMENTÍCIOS BÁSICOS
Carne bovina         18,63%
Frango                   17,91%
Peixe                     18,02%
Sal                         29,48%
Trigo                     34,47%
Arroz                    18,00%
Óleo de soja          37,18%
Farinha                 34,47%
Feijão                   18,00%
Açúcar                  40,40%
Leite                     33,63%
Café                      36,52%
Macarrão              35,20%
Margarina             37,18%
Molho tomate       36,66%
Biscoito                38,50%
Chocolate             32,00%
Ovos                     21,79%
Frutas                   22,98%
Álcool                  43,28%
Detergente           40,50%
Sabão em pó        42,27%
Desinfetante        37,84%
Água sanitária     37,84%
Esponja de aço    44,35%

PRODUTOS BÁSICOS DE HIGIENE
Sabonete                 42%
Xampu                   52,35%
Condicionador       47,01%
Desodorante          47,25%
Papel Higiênico     40,50%
Pasta de Dente       42,00%

MATERIAL ESCOLAR
Caneta                   48,69%
Lápis                      36,19%
Borracha                44,39%
Estojo                     41,53%
Pastas plásticas      41,17%
Agenda                  44,39%
Papel sulfite           38,97%
Livros                    13,18%
Papel                      38,97%

BEBIDAS
Refresco em pó     38,32%
Suco                      37,84%
Água                     45,11%
Cerveja                 56,00%
Cachaça                83,07%
Refrigerante          47,00%
Sapatos                  37,37%
Roupas                  37,84%
Computador          38,00%
Telefone Celular   41,00%
Ventilador             43,16%
Liquidificador       43,64%
Refrigerador         47,06%
Microondas           56,99%
Tijolo                    34,23%
Telha                     34,47%
Móveis                  37,56%
Tinta                     45,77%
Casa popular        49,02%
Mensalidade Escolar 37,68% (ISS DE 5%)

ALÉM DESTES IMPOSTOS, VOCÊ PAGA DE 15% A 27,5% DO SEU SALÁRIO A TÍTULO DE IMPOSTO DE RENDA; E PAGA O SEU PLANO DE SAÚDE, MAIS O COLÉGIO DOS SEUS FILHOS, IPVA, IPTU,  INSS, FGTS E ETC.


O Brasil precisa de atitude do seu povo! Somos 208 milhões de Brasileiros sendo sacaneados por 600 políticos de Brasília, que apesar de ferrar com a vida do povo, não querem cortar seus próprios gastos e exagerados privilégios. O governo  repassa o alto custo da sua corrupção e incompetência para a população pagar e ainda afirma que não tem dinheiro!!

"Você vai ficar parado até quando?"

domingo, 22 de outubro de 2017

PRESIDENTE DA CÂMARA VISITARÁ O SINDICATO DOS SERVIDORES AMANHA

O Presidente da Câmara João Paulo Felizardo agendou uma visita ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Lavras. João Paulo vai ao Sindicato pessoalmente, para protocolar cópias dos projetos 008 e 009 com suas emendas e propostas até o presente momento. A visita do presidente ao Sindicato terá a companhia de demais vereadores e será aberta a mídia ou a qualquer cidadão que queira acompanhar.

Segundo o Presidente ele irá propor que o Sindicato apresente na quarta feira às propostas para adequação aos projetos de lei e assim estando razoável para ambas as partes, o vereadores poderem votar.

A visita ocorrerá na segunda as 14hs na sede do Sindicato.

Pirâmide agora mudou de nome e se chama “doações”: a falácia (CUIDADO)

Não temos prazer em divulgar o fim de pirâmides financeiras, pois isso significa que muita gente está perdendo dinheiro, nosso prazer é em informar e alertar as pessoas ao máximo para que não caiam em um golpe. Nosso intuito com as postagens é divulgar o máximo a fraude por trás desses esquemas, para que mais pessoas não caiam.
Conheça a historia da MMM aqui;


A pirâmide MMM funciona da seguinte maneira: alguém realiza o cadastro e faz uma suposta “doação” para uma carteira que “supostamente” pertence a outro usuário, mas ninguém pode provar que carteira a qual está sendo enviado. A doação é de um outro usuário ou do “sistema” que administra a rede e centraliza todos os recebimentos e assim quando parar de entrar novos usuários no sistema o administrador simplesmente para de repassar as doações e então a pirâmide começa a ruir.
Segwit2x? Mais uma desculpa da pirâmide! Quanto mais o Bitcoin sobe, pior para as pirâmides.


A desculpa atual dos defensores da MMM é que a Segwit2x está sendo a causa do atual congelamento. Segundo os “orientadores” ou “líderes”, que são chamadas as pessoas no topo da pirâmide, os membros do esquema estão “deixando de doar” alegando que estão “esperando a valorização do Bitcoin” e estão preferindo “holdar” e assim ganharem na valorização, ou estão esperando o Bitcoin desvalorizar, por que fizeram uma doação a uma semana atrás quando o Bitcoin valia R$14.000 e agora não querem pagar o preço de R$ 19.000 para pagar a doação de R$14.000. Faz sentido para você? Para nós, parece apenas uma maneira de enrolar as pessoas e ganhar mais tempo atraindo novas pessoas para o golpe.

Defensores da pirâmide dizem que “mais de 200 milhões participam do sistema” – mais do que a população do Brasil? Onde está a prova?

Os defensores da MMM dizem que o esquema é um projeto “sólido” e que vai durar por muito tempo, igualmente as pirâmides do Egito. A diferença aqui é que as pirâmides egípcias foram projetadas com muita inteligência e engenharia há muito tempo atrás. É muito fácil identificar como esse esquema é frágil, imaginem que os usuários que solicitam doações forem maiores dos que estão doando, o sistema simplesmente não vai ter saldo para repassar pra todo mundo que está solicitando as doações, logo a pirâmide quebra, como ocorreu na Nigéria, México, Colômbia, Equador e vários outros países. Disponibilizamos abaixo artigos de diversas fontes das várias vezes em que a pirâmide MMM quebrou.

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Conservatório Estadual de Música de Varginha inaugura Auditório Dalva Resende

Em 2012, o Conservatório Estadual de Música Maestro Marciliano Braga perdia uma das suas personalidades mais emblemáticas. A professora Dalva Resende, reconhecida musicista varginhense, dedicou boa parte de sua vida ao Conservatório, sempre empenhada em oferecer a melhor orientação musical a todos os alunos que por ali passaram. Sob sua administração, novos cursos foram inseridos e novos professores foram contratados. A professora Dalva Resende também sempre levou a música e a cultura para toda a comunidade varginhense. As atuações de Dalva Resende como professora e diretora foram marcantes e tornaram parte integrante da história do Cemva.
As realizações e o amor da professora Dalva Resende estão, até hoje, presentes em todas as salas da entidade e são lembrados por todos que tiveram a oportunidade de conviver com essa singular mulher. Para homenagear essa grande personagem de Varginha, a diretoria atual do Conservatório decidiu nomear o seu auditório como “Dalva Resende”. Mas não bastava apenas colocar seu nome na principal sala do Conservatório: um novo projeto arquitetônico foi concebido, com a revitalização do auditório, calçada, fachada e da rampa do hall de entrada para melhor acessibilidade.
Com o a revitalização do auditório na reta final, uma cerimônia será realizada, no dia 26 de outubro, para marcar a inauguração do espaço.  Um cronograma de atividades, entre eles o VIII Concurso de Piano, faz parte das homenagens. O renomado pianista Flávio Augusto, ex-aluno da professora Dalva Resende, fará um recital de inauguração do auditório e a abertura do concurso.
Com essa justa homenagem, o Conservatório de Varginha quer salvaguardar o legado da musicista varginhense Dalva Resende que, mais do que uma professora, imprimiu sua marca na história da música e da cultura varginhense.

Serviço
Evento: Inauguração do Auditório Dalva Resende
Local: Conservatório Estadual de Música Maestro Marciliano Braga
Data: 26 de outubro de 2017
Horário: 20h

Os direitos sociais da paciente com câncer de mama

Lidar com uma doença complexa como o câncer de mama é tarefa árdua que exige equilíbrio físico, mental e emocional. Cada dia mais nos deparamos com campanhas que visam conscientizar as mulheres para que façam o autoexame, além de apoiar aquelas já portadoras da neoplasia e seus familiares. 

Quando do recebimento do diagnóstico poucas mulheres correm atrás dos direitos assegurados pelas leis brasileira, muitas vezes, por falta de informação.

Por muitas vezes, ao receber o diagnóstico a paciente sequer sabe como proceder ou o que fazer. Pensando nisso a FEMAMA – Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio a Saúde da Mama – criou o site www.batalhadoras.org.br, desenvolvido especialmente para ajudar as mulheres que passam por este momento, bem como seus familiares. 

De acordo com a organização European PAtients Forum, empoderar as pessoas que lutam contra o câncer promove o desenvolvimento e a implantação de políticas, estratégias e serviços de saúde, direcionados a capacita-las para envolverem-se na questão de sua condição. 


"Essa abordagem amplia o pensamento crítico, analítico e autônomo do paciente, estimulando que participe das decisões referentes ao seu diagnóstico e tratamento. Além disso, oferece condições para reivindicar uma assistência em saúde efetiva, que atenda plenamente suas necessidades. A informação é uma ferramenta para assumir o controle", afirma a Dra. Maira Caleffi, presidente voluntária da FEMAMA, instituição que trouxe, em 2008, o Outubro Rosa de forma organizada ao Brasil. 



Durante este mês, vivemos o chamado “Outubro Rosa” que é uma campanha de conscientização realizada por diversos entes durante todo o mês, dirigida à sociedade e as mulheres. 

E, assim sendo, veja-se abaixo alguns dos direitos dos pacientes portadores da neoplasia: 

CIRURGIA DE RECONSTRUÇÃO MAMÁRIA: Todo paciente com câncer de mama que teve a mama retirada total ou parcialmente em decorrência do tratamento tem o direito de realizar cirurgia plástica reparadora. Por lei, tanto o Sistema Único de Saúde (SUS) como o plano de saúde são obrigados a realizar essa cirurgia.
Quando existirem condições técnicas e clínicas, a reconstrução mamária deverá ocorrer no mesmo ato cirúrgico de retirada da mama (mastectomia).

AUXÍLIO-DOENÇA: é o benefício mensal a que tem direito a segurada, inscrita no INSS, que esteja contribuindo ou no período de carência, quando fica temporariamente incapaz para o trabalho em virtude de doença por mais de 15 dias consecutivos. A portadora da moléstia terá direito desde que seja considerada incapacitada temporariamente para o trabalho. Não há carência para a doente receber o benefício. A incapacidade para o trabalho deve ser comprovada através de exame realizado pela perícia médica do INSS.

FGTS: pacientes com câncer podem sacar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. Na fase sintomática da doença, o trabalhador cadastrado no FGTS que tiver neoplasia maligna (câncer) ou que tenha dependente portador de câncer poderá fazer esse saque. O valor recebido será o saldo de todas as contas pertencentes ao trabalhador, inclusive a conta do atual contrato de trabalho.

ISENÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA NA APOSENTADORIA: os portadores de câncer (neoplasia maligna) estão isentos do Imposto de Renda relativo aos rendimentos de aposentadoria, reforma e pensão, inclusive as complementações. Mesmo os rendimentos de aposentadoria ou pensão recebidos acumuladamente não sofrem tributação, ficando isenta a pessoa acometida de câncer que recebeu os referidos rendimentos. A isenção do Imposto de Renda aplica-se nos proventos de aposentadoria ou reforma aos portadores de doenças graves, mesmo quando a doença tenha sido identificada após a aposentadoria.

ISENÇÃO DE IMPOSTOS COMO ICMS, IPI E IPVA NA COMPRA DE VEÍCULOS ADAPTADOS: os pacientes com câncer são isentos destes impostos quando apresentarem deficiência física (nos membros superiores ou inferiores), que o impeça de dirigir veículos comuns. Também podem pedir baixa de isenção para o IPVA.

PIS: podem realizar saque do PIS, na Caixa Econômica Federal (CEF), o trabalhador cadastrado que tiver câncer ou pessoas cujo dependente seja portador da doença. O trabalhador receberá o saldo total de quotas e rendimentos.

QUITAÇÃO DO FINANCIAMENTO DA CASA PRÓPRIA: pacientes com invalidez total e permanente por conta do câncer possuem direito à quitação, desde que estejam inaptos para o trabalho e que a doença tenha sido adquirida após a assinatura do contrato de compra do imóvel. Em caso de invalidez, o seguro quita o valor correspondente ao que o interessado se comprometeu a pagar por meio do financiamento.

AMPARO ASSISTENCIAL AO IDOSO E AO DEFICIENTE (LEI ORGÂNICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - LOAS) A Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS) garante um benefício de um salário-mínimo mensal ao idoso com 65 anos ou mais, que não exerça atividade remunerada, e ao portador de deficiência incapacitado para o trabalho e para uma vida independente. Crianças de zero a 10 anos e adolescentes entre 12 e 18 anos têm os mesmos direitos.

Para ter direito ao benefício, outro critério fundamental é de que a renda familiar seja inferior a ¼ (um quarto) do salário-mínimo. Esse cálculo considera o número de pessoas que vivem no mesmo domicílio: o cônjuge, o(a) companheiro(a), os pais, os filhos e irmãos não emancipados de qualquer condição, menores de idade e inválidos. O critério de renda caracteriza a impossibilidade do paciente e de sua família de garantir seu sustento.

TRATAMENTO FORA DE DOMICÍLIO (TFD) NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (SUS) A Portaria SAS nº 055, de 24 de fevereiro de 1999, dispõe sobre a rotina de Tratamento Fora de Domicílio. Esta normatização tem por objetivo garantir o acesso de pacientes de um município a serviços assistenciais em outro município, ou ainda, em caso especiais, de um Estado para outro Estado. O TFD pode envolver a garantia de transporte para tratamento e hospedagem, quando indicado. O TFD será concedido, exclusivamente, a pacientes atendidos na rede pública e referenciada. Nos casos em que houver indicação médica, será autorizado o pagamento de despesas para acompanhante.


Por Nayara Alves Pereira
OAB/MG 166.935

os vencedores do 25º Concurso Qualidade Minasul de Café serão conhecidos nesta quinta-feira (19)

Nas duas últimas semanas, técnicos do Departamento de Cafés Especiais e Diferenciados da MInasul tiveram uma grande missão: escolher os melhores cafés entre as 30 amostras selecionadas para a final do 25º Concurso Qualidade Minasul de Café. Os vencedores do Concurso, cinco na categoria café natural e cinco na categoria cereja descascado/despolpado, serão conhecidos nesta quinta-feira (19), em uma cerimônia que irá premiar os melhores cafés de 2017.
Entre as amostras selecionadas, 24 da região Sul Mineira chegaram à final. Na categoria cereja descascado, os produtores do Sul de Minas escolhidos são de Varginha, Nepomuceno (com uma amostra cada), Ilicínea e Carmo da Cachoeira (com duas amostras cada). Já na categoria natural, foram escolhidas oito amostras de Varginha, duas de Ilicínea, duas de Itumirim, uma de Luminárias, uma de Monsenhor Paulo, uma de Campanha e uma de Nepomuceno.
Este ano, o número de amostras recebidas bateu recorde: 320.  Francisco Lentini, supervisor do Departamento de Cafés Especiais e Diferenciados da Minasul e juiz principal do concurso, explica que este ano o Concurso foi bem mais concorrido, e, por isso mesmo, mais difícil de escolher os cafés, não somente pela quantidade, mas principalmente pelo nível de qualidade dos grãos, que aumentou muito.  Para se ter uma ideia da evolução da qualidade dos grãos, em 2016, na categoria natural, as notas de corte ficaram entre 84 e 85. Este ano, a nota ficou em 86,5. Já na categoria cereja/descascado também houve uma evolução na nota de corte: em 2016 foi 84 e este ano chegou a 85.
Lentini explica que a qualidade dos grãos aumentou porque “o mercado externo sempre esteve em busca de café de qualidade, a novidade é que o mercado interno está mudando a cultura e deseja também um produto de alto nível. Ou seja, o café especial já não é mais tendência, pois já se tornou uma necessidade”.
A Nucoffee Syngenta – Nutrade Comércio Exportação será a compradora dos lotes e disponibilizará as amostras em leilão virtual.
A 25º Edição do Concurso Qualidade Minasul de Café é uma realização da Minasul com apoio da Nucoffee Syngenta e órgãos ligados ao Conselho Municipal de Café. Desde 1993 a Minasul organiza o Concurso de Qualidade Minasul de Café, com o objetivo de promover a qualidade do café de seus cooperados junto aos mercados nacional e internacional.

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

PROFESSORAS DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO ESTÃO CONSTRANGIAS COM QUESTIONÁRIO CUJAS INTENÇÕES SÃO DUVIDOSAS.

Professoras da rede municipal de ensino, estão revoltadas e indignadas com uma ficha que foi imposta para responder, com o único objetivo de através delas tentar identificar o perfil dos mesmos. 
Onde Consta  isso no estatuto?
Qual o objetivo de testar professoras em que muitas já tem mais de 15 anos de profissão? 
O que torna isso pior é que testam com perguntas absurdas
Como por exemplo: Você está com sobre peso ?

Está certo isso?
O vereador Carlos Lindomar deve ter recebido a mesma ficha para avaliação. Acredito que isso deva ser questionado e ainda retirado imediatamente das escolas.


PARTE DA LEI FEDERAL QUE REGULAMENTA O JORNALISTA NÃO FORMADO

4. ÂMBITO DE PROTEÇÃO DA LIBERDADE DE EXERCÍCIO PROFISSIONAL (ART.
5°, INCISO XIII, DA CONSTITUIÇÃO). IDENTIFICAÇÃO DAS RESTRIÇÕES E
CONFORMAÇÕES LEGAIS CONSTITUCIONALMENTE PERMITIDAS. RESERVA LEGAL
QUALIFICADA. PROPORCIONALIDADE. A Constituição de 1988, ao
assegurar a liberdade profissional (art. 5
o
, XIII), segue um
modelo de reserva legal qualificada presente nas Constituições
anteriores, as quais prescreviam à lei a definição das "condições
de capacidade" como condicionantes para o exercício profissional.
No âmbito do modelo de reserva legal qualificada presente na
formulação do art. 5
o
, XIII, da Constituição de 1988, paira uma
imanente questão constitucional quanto à razoabilidade e
proporcionalidade das leis restritivas, especificamente, das leis
que disciplinam as qualificações profissionais como condicionantes
do livre exercício das profissões. Jurisprudência do Supremo
Tribunal Federal: Representação n.° 930, Redator p/ o acórdão
Ministro Rodrigues Alckmin, DJ, 2-9-1977. A reserva legal
estabelecida pelo art. 5
o
, XIII, não confere ao legislador o poder
de restringir o exercício da liberdade profissional a ponto de
atingir o seu próprio núcleo essencial.